Formada primeira comissão gestora do Açude Germinal

02/08/2019 # # #

O reservatório reforça o abastecimento das cidades de Palmácia e Pacoti, região do Maciço de Baturité

Concluído há cerca de dois anos, o açude Germinal possui agora uma instância de participação social na condução de sua gestão. Isso porque foi empossada, ontem, 1º de agosto, em Palmácia, a primeira Comissão Gestora do Sistema Hídrico, formada por usuários de água locais, sociedade civil e representantes do poder público da região, como determina a legislação estadual de Recursos Hídricos. O prefeito de Palmácia, Davi Martins, prestigiou a nova comissão gestora.

A comissão possui 20 membros, com formação que segue os preceitos estabelecidos pela política de Recursos Hídricos: 50% de representantes de usuários de água, 25% da sociedade civil e 25% do poder público. Na ocasião, os membros do Comitê das Bacias Metropolitanas deram a posse da comissão gestora. As comissões gestoras são organismos vinculados aos comitês de bacias hidrográficas do Ceará e possuem mandato de 4 anos na condução da gestão do açude, junto a Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh), que estimula o acesso a água a todas as instâncias sociais.

O Germinal vai reforçar abastecimento hídrico dos municípios de Palmácia e Pacoti, região do Maciço de Baturité. O núcleo de gestão participativa da Gerência das Bacias Metropolitanas – Gemet coordenou o processo de formação e posse da comissão. A Gemet atua como secretaria executiva do Comitê de Bacias da região metropolitana.

Comissão Gestora do Açude Germinal