Comitê de Bacia da RMF e Cogerh vão discutir gestão hídrica de municípios do litoral leste

06/09/2019 # # # # # #

Comitê de Bacias Hidrográficas da Região Metropolitana e Cogerh se encontram em Aquiraz, no dia 10/09, para reunião itinerante que discutirá a situação hídrica de cinco municípios do litoral leste

Foto Ilustrativa

O debate sobre os recursos hídricos em diferentes regiões do Ceará têm sido cada vez mais importante para tomadas de decisão que visam a segurança hídrica desses territórios. Estimulando os canais de participação da sociedade civil e dos usuários de água no processo de co-gestão dos recursos hídricos, a Cogerh e o Comitê das Bacias Hidrográficas da Região Metropolitana de Fortaleza irão discutir o cenário hídrico de municípios do litoral leste do Ceará durante reunião itinerante marcada para a próxima terça-feira(10), no Auditório do Hotel Dom Pedro Laguna, a partir das 8h30, em Aquiraz. Embora as decisões sejam tomadas pelo Comitê colegiado, o evento é aberto ao público, cujo espaço é livre para considerações.

Pensado e proposto pelo Comitê de Bacia da Região Metropolitana de Fortaleza, a metodologia itinerante “é uma oportunidade para que os representantes dos municípios que compõem o comitê tenham oportunidade de acompanhar os cenários e a gestão dos recursos hídricos de sua localidade com mais facilidade”, explica a coordenadora de gestão da Gerência Metropolitana da Cogerh, Cléa Rocha. Na pauta da reunião, estão previstas ainda a apresentação do Cenário atual dos Recursos Hídricos, informes sobre a renovação do Comitê, além de informações sobre cadastro de barragens e um momento para dúvidas e esclarecimentos dirigidas ao presidente da Cogerh, João Lúcio Farias, que marcará presença na reunião.

“O encontro prioriza a discussão da situação hídrica dos municípios que compõem o litoral leste e que fazem parte da bacia hidrográfica metropolitana. São eles: Cascavel, Eusébio, Pindoretama, Aquiraz e Beberibe”, explica Cléa sobre a metodologia da reunião. Esta será a segunda reunião itinerante do ano. A primeira ocorreu no último mês de maio com os municípios da serra, em Guaramiranga. “O momento é de compartilhar as experiências e demandas da região e estabelecer prioridades para gestão, além de organizar a renovação do colegiado e programar capacitações”, conclui Cléia.

Entenda o papel do Comitê de Bacias da RMF

O Comitê de Bacia da RMF, criado pelo Decreto estadual nº 26.902 de 16 de Janeiro de 2003, é um órgão colegiado de caráter consultivo e deliberativo. É constituído por 60 instituições membros, estando essas distribuídas nos seguintes segmentos: Sociedade Civil – 30%, Usuários – 30%, Poder Público Municipal – 20% e Poder Público Estadual – 20%.

A Cogerh busca envolver os usuários no processo de alocação de água dos sistemas hídricos, motivá-los na participação do processo de gerenciamento da bacia hidrográfica – principalmente através dos Comitês de Bacias Hidrográficas e das Comissões Gestoras de Sistemas Hídricos – e implementar os instrumentos de gestão previstos em lei.