Comissão do Açude Trussu aprova Operação Emergencial para 2019.1

07/02/2019

O açude está com a válvula fechada desde 2017, atendendo somente demandas prioritárias

Nesta terça-feira, dia 05 de fevereiro, a Cogerh de Iguatu realizou a 9ª Reunião Ordinária da Comissão Gestora do Açude Roberto Costa (Trussu). A reunião aconteceu no Campus Multi Institucional Humberto Teixeira, em Iguatu, e teve como objetivo principal a Avaliação da Operação 2018.2 e Operação Emergencial 2019.1 do Açude Trussu.

O gerente regional Anatarino Torres apresentou os dados técnicos do açude Trussu, que se encontra com 3,9% de sua capacidade, representando 10.5 milhões m³ e relembrou que o açude está com a válvula fechada desde 2017, atendendo somente as demandas prioritárias de abastecimento das sedes de Acopiara e Iguatu e demais usos da montante. Na Operação 2018.2, realizada durante o período de 01/07/2018 à 01/02/2019, houve um saldo positivo de 3.280,700 m³ no açude Trussu.

Já a Operação Emergencial 2019.1, que será no período de 01/02/2019 à 01/07/2019, foi aprovada a demanda de 250 L/s na bacia hidráulica para abastecimento das sedes de Acopiara e Iguatu.

Na reunião estiveram presentes 30 participantes, sendo 16 integrantes da Comissão Gestora do Açude Trussu. A Cogerh de Iguatu esteve representada, também, pela coordenadora de gestão Hewelânya Uchôa e a analista Isabel Cavalcante.