Salitre: força-tarefa busca ampliar oferta de água

23/04/2019

O objetivo da ação é ampliar a oferta de água para a cidade, a partir do incremento de novos pontos de captação, com vazões maiores

Como forma de reforçar o abastecimento de água em Salitre, a Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece), em parceria com a Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh) e a Superintendência de Obras Hidráulicas (Sohidra), intensificou trabalho de locação e perfuração de poços na cidade. Até o momento, cinco poços já foram perfurados, dos quais quatro apresentaram vazões estimadas em torno de 3m³/h.

O objetivo da ação é ampliar a oferta de água para a cidade, a partir do incremento de novos pontos de captação, com vazões maiores. Equipes da Cagece e dos órgãos ligados aos recursos hídricos no estado estão mobilizadas em busca dessas soluções.

Atualmente, sete poços abastecem a cidade. Apesar das vazões ainda não serem suficientes para incrementar significativamente o abastecimento, os esforços no município continuam. Uma equipe com cerca de vinte profissionais, entre geólogos, técnicos e operadores estão mobilizados na ação em Salitre. No cronograma de trabalho das equipes, há ainda outros dez poços que deverão ser perfurados.

De acordo com o a coordenadora de operações industriais da Cagece na região da Bacia do Alto Jaguaribe, Arilete Maia, “mesmo com a dificuldade de encontrar pontos de captação de água, os órgãos do Governo do Ceará não têm medido esforços com locações, trabalho de geólogos e perfuração para que o abastecimento da sede do município de Salitre seja incrementado. Nosso limitante ainda é a vazão dos poços já perfurados, que são pequenas, mas toda a equipe continua empenhada nesse trabalho”, disse.

A força-tarefa realizada em Salitre foi um encaminhamento definido a partir Grupo de Contingência, comitê que reúne semanalmente os órgãos ligados aos recursos hídricos no Ceará para monitorar e propor soluções de convivência com a seca no estado.

A Cidade

Salitre, localizada a cerca de 550 quilômetros de Fortaleza é uma das cidades bastante afetada pela escassez hídrica enfrentada no estado nos últimos anos. O município não possui manancial superficial para abastecimento de água, o que agrava mais ainda a situação.

*Com informações da Companhia de Água e Esgoto (Cagece)