Veja relação dos 60 membros eleitos

 

Colegiado eleito

Ajudar a definir os rumos da gestão das águas nas bacias hidrográficas da RMF, resolver impasses hídricos e garantir a segurança hídrica de territórios podem ser bons motivos para integrar o Comitê das Bacias Hidrográficas da Região Metropolitana de Fortaleza. Foi com este objetivo que o Comitê da Bacias Metropolitanas (CBH-RMF) realizou a renovação do colegiado durante Congresso ocorrido nesta quarta-feira (22), na Casa José de Alencar. Foram 60 instituições-membro eleitas nos segmentos sociedade civil, usuários de água e poder público estadual, municipal e federal.

A eleição dos membros do Comitê teve início com uma reflexão do presidente da Cogerh, João Lúcio Farias, que reforçou o papel dos Comitês para política estadual de gestão dos recursos hídricos. ” São momentos como este que fortalecem ainda mais os Comitês de Bacia. Prova disso é a reunião anual que ocorre com o Governador. As demandas dos comitês estão sendo ouvidas e estamos trabalhando para colocá-las em pratica”, reforçou. Farias também frisou o apoio contínuo da Cogerh na orientação e condução das atividades do Comitê. “A Cogerh continuará dando apoio a todas as ações do grupo, assim como ocorre nos demais Comitês do Ceará.”

O vice-presidente do Comitê, Sílvio Costa, destacou o papel das comissões gestoras. “Vamos trabalhar para fortalecer ainda mais as nossas bases, lá nos mananciais, através das comissões gestoras”. A diretoria do Comitê da Metropolitana também será renovada. A data do pleito já está definida: próximo dia 18 de fevereiro, com local ainda a definir. Uma junta eleitoral foi também foi definida para conduzir o processo de eleição da nova diretoria. Representantes da SRH, UFC, SISAR e Prefeitura de Cascavel foam escolhidos para compor a junta e caminhar as atividades da eleição.

Esta é a sexta gestão do Comitê das Bacias Metropolitanas. O processo de renovação teve início em agosto de 2019, quando o correu o primeiro encontro de renovação. Ao todo, foram quatro encontros regionais de preparação para a renovação do Comitê. As 60 Instituições membros eleitas do Comitê das Bacias Metropolitanas farão parte da gestão participativa dos recursos hídricos dos reservatórios da região, no quadriênio de 2020-2024.

 

Bacias Metropolitanas

As Bacias Metropolitanas representam um conjunto de 16 microbacias, cobrindo uma área de 15.085km2 distribuídas em 31 municípios cearenses. Abriga o mais importante centro consumidor de água do Estado, que é a região Metropolitana de Fortaleza (RMF), onde a disponibilidade hídrica tem sido insuficiente para o atendimento da população e para o suprimento de todas as atividades econômicas. Necessita-se, então, importar água de outras bacias hidrográficas, principalmente pelas transposições Jaguaribe / RMF, através do Canal do Trabalhador e do Eixo Castanhão / RMF. Esta bacia é composta por 31 municípios e apresenta uma capacidade de acumulação de águas superficiais de 1.325.344.000 m³, num total de 14 açudes públicos gerenciados pela COGERH.

A formação do CBH – RMF ficou assim definida:

Poder Público Estadual e Federal

CODECE – Companhia de Desenvolvimento do Ceará

FUNAI – Fundação Nacional do Índio

SEMACE – Superintendência Estadual do Meio Ambiente do Ceará

Corpo de Bombeiros / Defesa Civil

SEMA – Secretaria de Meio Ambiente do Estado do Ceará

EMATERCE – Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Ceará

FUNCEME – Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos

SDA – Secretaria do Desenvolvimento Agrário

IDACE – Instituto do Desenvolvimento Agrário do Ceará

SRH – Secretaria dos Recursos Hídricos do Estado do Ceará

DNOCS – Departamento Nacional de Obras Contra as Secas

FUNASA – Fundação Nacional de Saúde

Poder Público Municipal

Câmara Municipal de Pacoti

Câmara Municipal de Guaramiranga

Prefeitura Municipal de Fortaleza

Prefeitura Municipal de Cascavel

Prefeitura Municipal de Capistrano

Prefeitura Municipal de Caucaia

Prefeitura Municipal de Aquiraz

Prefeitura Municipal de Maranguape

Prefeitura Municipal de Chorozinho

Prefeitura Municipal de Itaitinga

Prefeitura Municipal de Pacatuba

Prefeitura Municipal de Beberibe

Sociedade Civil

STR – Sindicato dos Trabalhadores Rurais do Acarape

FIEC – Federação das Indústrias do Estado do Ceará

ABES – Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental

AMAB – Associação dos Municípios do Maciço de Baturité

UFC – Universidade Federal do Ceará

Fundação Terra – Fundação do Trabalho Educacional com Recursos Renováveis e Arte

ACEM – Associação Comunitária dos Bairros Ellery e Monte Castelo

STR – Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Aracoiaba

ACEAQ – Associação Cearense de Aquicultores

AIVA – Associação dos Irrigantes do Vale do Acarape

STR – Sindicato dos Trabalhadores Rurais e Agricultores e Agricultoras Familiar de Pacajus

GIA – Grupo de interesse Ambiental

STTR – Sindicato dos Trabalhadores Rurais Agricultores (as) Familiares de Caucaia

CREA – Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Ceará

IFCE – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará

Associação Profissionais dos Geólogos do Ceará

APREMACE – Associação de Preservação do Meio Ambiente e Cultura de Aquiraz

ADCLSJ – Associação do Desenvolvimento Comunitário da Lagoa de São João

Usuários

Ypióca Industrial S.A

Condomínio Aquiraz Riviera

Itograss Agrícola Nordeste Ltda

Fábrica Fortaleza – M. Dias Branco S.A Indústria e Comércio de Alimentos

CELIBA – Companhia Agroindustrial LTDA

Cervejaria Kaiser S.A.

SAAE – Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Pindoretama

Aracoiaba Pescados de Cultivo LTDA

Ambev S.A Filial Aquiraz

Sucos do Brasil S/A

CGTF – Central Geradora Termelétrica de Fortaleza ENEL

NORSA Refrigerantes (Solar BR)

J.J Comércio de Rações e Cereais Eireli

Porto de Pecém Geração de Energia S/A

SISAR – Sistema Integrado de Saneamento Rural da BME

Hotel Dom Pedro Brasil Empreendimentos Turísticos S/A

SAAE – Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Morada Nova

CAGECE – Companhia de Água e Esgoto do Ceará

Compartilhe: