Momento serviu para avaliar o simulado x situação atual dos açudes da Bacia

A Comissão de Monitoramento e Operação do Comitê da Bacia Hidrográfica do Curu se reuniu de forma virtual para acompanhar a operação dos açudes monitorados pela gerência regional da Cogerh de Pentecoste.

A Operação 2021.2 dos açudes isolados e do Vale do Curu foram definidas na Alocação Negociada 2021, cuja deliberação, que aconteceu de forma excepcional devido às restrições causadas pela pandemia da Covid 19, foi realizada pelo plenário do CBH Curu.

O coordenador do núcleo de operações da Cogerh de Pentecoste, Reginaldo Silva, apresentou o comparativo entre as simulações e a situação atual dos reservatórios e informou sobre as ações para otimização das liberações como fiscalização, retirada de barramentos e limpeza do leito do rio e outros.

Dados – Reunião da Comissão de Monitoramento e Operação do CBH Curu 2021.2

A Comissão de Monitoramento e Operação é composta por 10 membros, com representantes dos segmentos de usuários de água, sociedade civil, poder público e a diretoria do CBH Curu. No total, o momento contou com 11 participantes, no dia 30 de setembro. Da gerência regional da Cogerh de Pentecoste estiveram também a coordenadora do núcleo de gestão, Isabel Amaral, as técnicas do núcleo de gestão, Heleni Viana e Cláudia Alves, e a estagiária do núcleo de gestão, Selmária Silva.

Compartilhe: