Bacias Metropolitanas: Comitê se reúne em Aquiraz para balanço de ações

10/09/2019

Entre os temas discutidos, estava o calendário de reuniões regionais para renovação do CBH

Presidente da Cogerh, João Lúcio Farias, ouviu as demandas do colegiado ao passo que apresentou os avanços da Companhia

O Comitê das Bacias Metropolitanas realizou na manhã desta terça-feira (10), em Aquiraz, a sua 56ª Reunião Ordinária. O evento foi aberto por uma palestra do secretário Artur Bruno, que apresentou um panorama das ações da pasta em todo o Estado com ênfase na interface Meio Ambiente/Recursos Hídricos. O encontro deu sequência à série de reuniões itinerantes do colegiado. Essas reuniões já ocorreram na região do Maciço de Baturité (Serra) e na Cidade de Ocara (Sertão).

A Pauta da reunião incluiu ainda a apresentação de demandas dos membros do comitê à direção da Cogerh. “Esse é um momento importante, no qual o diálogo se dá de forma sincera. Ao tempo em que ouvimos demandas, apresentamos os frutos dos nossos compromissos cumpridos”, avalia o presidente da Cogerh, João Lúcio farias.

Outro tema apresentado foi o calendário de Encontros Regionais para renovação do Comitê das Bacias Metropolitanas. As reuniões acontecerão em Beberibe (26/09); Pacoti (29/10); e Fortaleza (20/11). Os membros do comitê ouviram ainda explanação sobre o processo de adesão do Estado ao Programa ProComitẽs

A Cogerh busca envolver os usuários no processo de alocação de água dos sistemas hídricos, motivá-los na participação do processo de gerenciamento da bacia hidrográfica – principalmente através dos Comitês de Bacias Hidrográficas e das Comissões Gestoras de Sistemas Hídricos – e implementar os instrumentos de gestão previstos em lei.

BACIAS METROPOLITANAS – As Bacias Hidrográficas Metropolitanas têm uma área de drenagem de 15.085 Km², correspondente a 10,18% do território cearense. Região Hidrográfica formada por 16 bacias independentes, abriga o mais importante centro consumidor de água do Estado, que é a região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Esta bacia é composta por 31 municípios e apresenta uma capacidade de acumulação de águas superficiais de 1.325.344.000 m³, num total de 14 açudes públicos gerenciados pela Cogerh.