Conhecer as demandas de um dos maiores reservatórios do Ceará para embasar decisões estratégicas. Foi com este objetivo que membros do Comitê da Sub-Bacia Hidrográfica do Alto Jaguaribe (CSBHAJ) visitaram o açude Orós nos últimos dias 10 e 12 de março. A visita foi guiada por uma equipe técnica da Cogerh e serve como uma capacitação aos membros do Comitê.

Os integrantes visitaram a Estação de Bombeamento Orós/Feiticeiro e em seguida deslocaram-se para o trecho de transposição Orós-Feiticeiro. Neste percurso, a água liberada pela válvula do açude Orós percorre um trecho de aproximadamente 28 km, através de adutora, canal de alvenaria, sifões e riacho natural até o açude Croatá. De lá, a água segue para o açude Pedra Branca, onde ficam as captações para atender os Distritos de Nova Floresta e Feiticeiro, ambos no município de Jaguaribe.

No trecho perenizado pelo Rio Jaguaribe foram visitadas as captações da CAGECE, responsável pelo abastecimento da sede de Jaguaretama, e do SAAE de Jaguaribe, responsável pelo atendimento da sede do município. Também fez parte da visita outros pontos que possuem captação direta no Rio Jaguaribe, como os distritos de Mapuá, no município de Jaguaribe, e Cruzeirinho, no município de Icó. A liberação pela válvula do açude Orós com destino ao rio Jaguaribe visa atender, principalmente, demandas de abastecimento humano de sedes municipais, distritos e pequenas comunidades ribeirinhas.

Transposição Orós-Lima Campos

O último trecho visitado corresponde à transposição Orós-Lima Campos. Devido ao baixo volume do açude Orós, desde o ano 2016 a COGERH instalou um sistema adutor com bombeamento que capta a água na bacia hidráulica do açude Orós e transfere para o açude Lima Campos, sendo este a principal fonte de abastecimento da sede de Icó.

O percurso é de aproximadamente 17 km e possui uma estrutura com adutora, canal, túnel e riacho natural, atendendo de forma direta e indireta a diversos distritos como Guassussê, Igarói, Palestina e Pedregulho, além de comunidades ribeirinhas.

Açude Orós

O reservatório é responsável por atender as sedes dos municípios de Orós, Icó, Pereiro, Jaguaretama e Jaguaribe, além de diversos distritos, comunidades ribeirinhas, pequenos cultivos da agricultura familiar, capineiras, e outras fontes de geração de renda para os produtores locais.

As visitas foram realizadas pelos seguintes membros do CSBHAJ: Rosângela Teixeira (Presidente); Arleudo da Costa (Secretário Adjunto), Paulo Landim, Luiz Alves, Valdemar Alves e Pedro Bezerra. Representando a COGERH participaram o gerente regional Anatarino Torres, a coordenadora de gestão Hewelanya Uchôa, a Analista Isabel Cavalcante, o técnico de gestão Gutemberg Fernandes e o motorista Carlos Alves.

 

Compartilhe:

categorias: | Gestão Participativa | Notícias
tags: # #