Secretário Adjunto da SRH é reeleito presidente da Câmara Setorial Água e Desenvolvimento

12/12/2018

Conselho gestor guiará os trabalhos

 

 

Ramon Rodrigues, secretário adjunto da Secretaria dos Recursos Hídricos (SRH), foi reeleito nesta quarta-feira (12/12), presidente da Câmara Setorial de Água e Desenvolvimento, colegiado coordenado pela Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará (Adece). A reeleição ocorreu durante a abertura do Seminário Agrosetores Ceará, no Centro de Eventos do Estado. O assessor especial da SRH, Francisco Viana, foi escolhido como vice. Esta é a segunda vez que Ramon preside a Câmara, já tendo sido eleito primeiro presidente da Câmara em outubro de 2017.

” A gente têm realizado um trabalho muito difícil, por conta da escassez hídrica. Então [esse primeiro ano] foi um trabalho de apresentação da situação hídrica do Ceará e de capacitação dos participantes, sempre  mostrando como funciona o sistema”, explicou Ramon referindo-se ao primeiro ano de atividades da Câmara. A expectativa para o segundo ano de trabalhos na Câmara setorial é de mais proatividade. ” Vamos iniciar os projetos que atendam às demandas dos participantes da Câmara, temos representantes da piscicultura, da agricultura e vamos pensar juntos em como garantir projetos que atendam as demandas dessas representações”, completou Ramon.

Agora, as Câmaras possuem uma dinâmica diferente, conforme apresentação no Seminário Agrosetores Ceará. Elas serão divididas em Câmaras Setoriais do Agronegócio ( Frutas, Flores, Mel, Leite, Ovinocaprino, Caju, Carnaúba e Equinos) e Câmara Setorial da Economia do Mar (Camarão e Tilápia). Além das Câmaras do Trigo e Derivados, a Câmara Água e Desenvolvimento, a Câmara Comércio Exterior e Investimentos Estrangeiros e a Câmara Setorial de Eventos e Turismo.

O novo modelo contempla também a criação de um Conselho Gestor, formado por cinco órgãos: Adece, Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec), Sebrae, Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Ceará (Faec), Fecomércio e Federação das câmaras de dirigentes lojistas do Ceará (FCDL).

Ponte entre o governo estadual e o setor produtivo, as discussões da Câmara dizem respeito a assuntos pertinentes à cadeia ou setor proposto pelos integrantes do colegiado. Dentre os objetivos dessas câmaras estão: Identificar entraves e oportunidades do setor, visando apresentar propostas de projetos e soluções ao desenvolvimento de uma cadeia produtiva, introduzir a organização dos elos falantes, facilitar mecanismos de governança da cadeia produtiva.

Câmaras Setoriais

A Câmaras setoriais são órgãos de caráter consultivo e propositivo, compostas por representantes das entidades privadas, organizações não-governamentais e órgãos públicos relacionados aos respectivos segmentos produtivos. Os integrantes das Câmaras atuam em colegiado, identificando as potencialidades e removendo as dificuldades com vistas ao desenvolvimento econômico das atividades produtivas no Ceará.