Ministério Público de Jaguaruana vai apoiar Cogerh na gestão dos Recursos Hídricos

02/09/2019

Pelo menos mais cinco encontros como este devem acontecer até o fim do ano em outras comarcas na região do  Vale do Jaguaribe

O promotor de Justiça de Jaguaruana, Edilson Izaias de Jesus Júnior, o coordenador de gestão da Companhia, Leandro Nogueira e o gerente da Cogerh de Limoeiro do Norte, Hermilson Freitas

 

A operação definida para o segundo semestre no açude Castanhão foi motivo de atenção de representantes do Ministério Público de Jaguaruana. Durante encontro ocorrido na última terça-feira (27), a entidade discutiu com membros da Cogerh o resultado da alocação de água do maior reservatório do Estado, definido por meio de votação das instâncias colegiadas que compõem os comitês de Bacia da região do Vale do Jaguaribe.

De acordo com a decisão dos Comitês de Bacia,  o Castanhão opera com vazão de 6,5 m³/s. A vazão aprovada para o açude Castanhão e as premissas hídricas definidas devem ser respeitadas até  31 de janeiro de 2020, quando inicia o próximo ciclo da quadra chuvosa no Ceará. As determinações do comitê para os usos da água na região do Vale do Jaguaribe priorizaram o abastecimento humano e estabeleceu algumas restrições nas atividades de irrigação. As culturas de arroz, por exemplo, que utilizam o processo de irrigação por inundação, estão proibidas.

Para o promotor de Justiça da Comarca de Jaguaruana, Edilson Izaias de Jesus Júnior, o papel da Cogerh na condução da gestão dos recursos hídricos é essencial. E com o objetivo de cumprir o que foi definido durante a alocação de água para região, o promotor comprometeu-se a ajudar nas ações de fiscalização dos recursos hídricos sob responsabilidade de sua comarca, que engloba também os municípios de Fortim e Itaiçaba.

O seminário de Alocação de Água dos vales do Jaguaribe e Banabuiú ocorreu no último dia 4 de julho, em Limoeiro do Norte. Cerca de 200 pessoas acompanharam as alternativas para alocação de água em açudes da região, que contou com apoio e organização da Cogerh, dentro de sua política de gestão compartilhada dos recursos hídricos.