Membros do Projeto de Integração do Rio São Francisco discutem interligação entre Bacias

27/03/2019

Comitês do ceará se reuniram com membro do comitê do São Francisco para alinhar projeto de integração

Representantes dos seis comitês de bacias hidrográficas cearenses que vão receber as águas do Rio São Francisco alinharam questões sobre a integração das bacias com o vice presidente do comitê da bacia hidrográfica do São Francisco, Maciel Oliveira. Encontro ocorreu durante reunião do Fórum Nacional de Bacias Hidrográficas, que ocorre em Fortaleza, nesta quarta-feira (27).

Para o vice-presidente do Comitê do São Francisco, é preciso que os representantes das bacias receptoras entendam o histórico e conheçam de perto os detalhes da gestão do rio. “ Passado o período de discussões da transposição agora é preciso que os colegas conheçam a administração da bacia, os detalhes do rio e que nos articulemos para fazer uma gestão correta”, analisou Oliveira.

O grupo colocou em pauta a situação do Ceará para receber água do rio e solicitou uma visita técnica ao local para entender melhor a gerência do rio, incluindo sistemas de abastecimento, perímetros irrigados e visita à foz. A data da visita ainda será definida, mas a previsão é seja ainda no primeiro semestre de 2019.

Já confirmada, uma comitiva com os Comitês de Bacia que fazem parte do Pisf (Programa de Integração do São Francisco) farão um encontro em Maceió,em agosto, para alinhar os o programa de transposição

Velho chico no Ceará

Seis bacias hidrográficas do estado do Ceará receberão as águas do Velho Chico. São elas: Bacia do Salgado, Bacia do Alto Jaguaribe, Médio Jaguaribe, Baixo Jaguaribe, Bacia do Banabuiú e Bacia Metropolitana. De acordo com o ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, se tudo correr de acordo com o previsto, a água deve chegar a Jati, no Ceará, no segundo semestre deste de 2019. O trecho das obras do Cinturão das Aǵuas (CAC) que receberão as águas no Ceará já estão finalizadas.