Crateús: em reunião extraordinária, Comitê de Bacia realiza alocação negociada de águas

12/07/2019

Com baixos estoques de água, açudes da região serão destinados apenas para abastecimento humano e dessedentação animal

A quadra chuvosa acabou e não trouxe para a região de Crateús o desejado aporte nos reservatórios estratégicos monitorados pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh). Com os baixos volumes, membros do Comitê da Bacia Hidrográfica dos Sertões de Crateús – CBHSC decidiram que em nenhum dos 10 açudes monitorados naquela bacia haverá liberação de água. Com os baixos estoques, o comitê decidiu que toda a água deverá ser utilizada para o abastecimento humano e dessedentação animal, conforme a Lei dos Recursos Hídricos. O encontro aconteceu no último dia nove, no auditório da Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece), em Crateús.

Na ocasião o gerente da COGERH/Crateús, Rodrigues Júnior apresentou dados da quadra chuvosa de 2019, bem como informou sobre os aportes dos reservatórios monitorados pela Companhia no período, destacando os 10 reservatórios da bacia dos

Sertões de Crateús, sobre os quais o mesmo fez uma retrospectiva de seus volumes ao longos dos últimos 20 anos. Após a apresentação de Rodrigues Júnior, o coordenador do núcleo de operação da COGERH/Crateús, Helder Lucena, apresentou a simulação de esvaziamento dos 10 reservatórios. Diante do quadro, os membros do CBHSC deliberaram que não haverá liberação em nenhum deles, haja vista o pequeno volume dos mesmos.

MINERAÇÃO

Além da alocação, o CBHSC discutiu ainda na sua 6ª reunião extraordinária sobre a atividade de mineração realizada no município de Quiterianópolis, a partir de informações de membros que participaram de audiência pública realizada no mês de maio naquele município. Na ocasião, o colegiado teve acesso a informações sobre a qualidade da água captada pela Cagece no açude Flor do Campo, tratada e distribuída no município de Novo Oriente. O estudo foi apresentado por Francisco das Chagas Lopes, técnico do laboratório da UNBPA/CAGECE, que tranquilizou a todos quanto à qualidade da água.

Na reunião, Antônio Saraiva Leandro, conhecido como Bitonho, foi indicado pelo Comitê da Bacia Hidrográfica dos Sertões de Crateús – CBHSC para ser homenageado com a Comenda Zaranza 2019.

O CBHSC aproveitou, ainda, a oportunidade para realizar o monitoramento das demandas que o CBHSC encaminhou ao governo do Estado, bem como para deliberar sobre encaminhamento recebidos da Comissão Gestora do açude Colina.

Estiveram presentes membros do CBHSC representando a sociedade civil, os usuários e os poderes públicos estadual e municipal e, representando a COGERH, o gerente Rodrigues Júnior, o coordenador do núcleo de operação Helder Lucena, o coordenador do núcleo de gestão participativa Ewerton Torres e as técnicas Nayara Carvalho e Edna Nascimento.