Sobral: Comitê do Acaraú celebra 15 anos de criação

07/08/2019

Exposição fotográfica “Acaraú, Bacia e Vivências”, que marca a data, será levada a outros municípios da região

A cidade de Sobral foi palco da solenidade que comemorou os 15 anos do Comitê da Bacia hidrográfica do Acaraú. O evento reuniu personagens que contribuíram para a consolidação da gestão participativa dos recursos hídricos na região. A solenidade ocorreu na noite desta terça-feira, 06 de agosto, no Centro de Convenções. Entre os presentes estavam autoridades locais, membros do Comitê, além de gestores da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos  (Cogerh) e da Secretaria dos Recursos Hídricos (SRH).

Na ocasião, foram homenageadas personalidades que trabalharam para o crescimento e fortalecimento do Comitê. Membros do Colegiado, gestores da Cogerh e autoridades locais receberam a comenda Licurgo Nakasu, em reconhecimento aos serviços prestados. A trajetória e a atuação do Comitê, além das reflexões sobre o futuro da água deram o tom das palestras. O assessor da presidência da Cogerh, Hugo Estênio Bezerra, o representante da prefeitura de Sobral, Jorge Trindade, e o prefeito de Santa Quitéria, Tomaz Figueiredo, também marcaram presença na solenidade.

Quem chegava no centro de convenções de Sobral era recebido pela mostra fotográfica “Acaraú, Bacia de Vivência”. A coletânea de fotos de autoria dos fotógrafos Alex Costa e José Clerton Costa retratou  as vivências e rotinas do Bacia do Acaraú. “Foi um trabalho intenso de três dias onde percorremos lugares da bacia fazendo os registros fotográficos”, explica Kamile Prado, gestora da regional da Cogerh de Sobral que acompanhou os fotógrafos em campo. A ideia agora, segundo o presidente do Comitê, é tornar a exposição itinerante.

Consolidação e Desafios

O compromisso sério com a bacia do Acaraú foi o destaque da fala de abertura do presidente do Comitê, José Maria Vasconcelos. Para ele, é necessário que haja o sentimento de “pertencimento”  à bacia do Acaraú por parte de todo cidadão. O titular do comitê também destacou a necessidade do reconhecimento da entidade pela sociedade para que haja sucesso nas ações de Gestão dos recursos hídricos locais.

O futuro da Água como bem público também foi momento de reflexão durante a solenidade. Hugo Estênio, assessor da presidência da Cogerh, foi quem deu o tom dos questionamentos. “Embora esteja garantida na constituição brasileira que água deve ser gerenciada pelos Estados, através da política democrática, existem manifestações de que esse recurso seja transformado em mercadoria”,  refletiu. Ele lançou ao comitê o compromisso de pensar no futuro da água, além de “dividir esses questionamentos com a sociedade”.

Parceria com Cogerh

Representante dos 12 Comitês de Bacias no Conselho de Administração da Cogerh, Rosângela Teixeira destacou a parceria entre comitês de bacia e Cogerh na gestão dos recursos hídricos no Ceará e na prevenção de colapsos em cidades mais afetadas pela seca. Integrante do comitê do Médio Jaguaribe, Rosângela é atualmente membro titular do Conselho de Administração da Cogerh.

Referência Nacional

Nesses 15 anos, o Comitê do Acaraú consolidou-se no plano nacional e internacional como um dos modelos de sucesso de gestão participativa do mundo. A Cogerh segue estimulando e gerindo a formação de canais de participação da sociedade civil e dos usuários de água no processo de co-gestão dos recursos hídricos, servindo como secretaria-executiva do Comitê e prestando apoio técnico, científico, financeiro e logístico.

Os Comitês de Bacias têm seu próprio regimento e são formados por representantes do poder público estadual, municipal e federal, além de organizações civis e usuários de água.

 

Galeria de Fotos do Evento