Comissão Gestora do açude Colina discute pautas de Operação e Gestão

01/10/2019

O reservatório passa, em breve, por nova intervenção para corrigir anomalias identificadas pelos técnicos da Cogerh e reforçar a segurança da barragem

A Comissão Gestora do Açude Colina discutiu algumas demandas de gestão e operação para o reservatório. No último dia 26 de setembro o grupo reuniu-se na Câmara Municipal de Quiterianópolis, para a 2ª Reunião Ordinária da Comissão Gestora do açude Colina. Ao todo estavam presentes 7 instituições do colegiado, representando 53,8% da Comissão Gestora.

O evento teve início com as boas vindas da secretária, Maria do Carmo, que fez o repasse da pauta e a condução da reunião. Em seguida a secretária proferiu a leitura da ata da reunião anterior. Na sequência o gerente da Cogerh/Crateús, Rodrigues Júnior, falou sobre as três intervenções realizadas pela Cogerh no açude Colina e informou que em breve o reservatório passará por uma nova intervenção para corrigir anomalias identificadas pelos técnicos da Companhia e reforçar a segurança da barragem.

O coordenador do núcleo de gestão participativa da Cogerh/Crateús, Ewerton Torres, apresentou o monitoramento das demandas enviadas pela CG do Colina ao CBHSC, esclarecendo os encaminhados realizados pelo Comitê. A Comissão Gestora discutiu também sobre a necessidade da preservação da nascente do rio Poti e os problemas que o asfaltamento da CE 351 que liga Quiterianópolis a Parambu podem trazer aos recursos hídricos.

O evento contou com os membros da Comissão Gestora do açude Colina, dentre estes: representantes do poder público municipal, da sociedade civil organizada e de usuários de água do açude Colina. A Cogerh Crateús esteve representada pelo gerente Rodrigues Júnior, pelo coordenador do núcleo de gestão participativa, Ewerton Torres e pela analista, Nayara Carvalho.