Cogerh intensifica fiscalização de práticas irregulares em açudes do Ceará

19/10/2018

A Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh) realizou esta semana campanha de fiscalização em trechos de reservatórios dos municípios de Icó e Limoeiro do Norte, no interior do estado. A ação fiscalizadora ocorre para garantir que a água não seja utilizada de forma irregular, garantindo, desta forma, o abastecimento humano da sedes dos municípios e distritos próximos. A ação foi executada em parceria com a Secretaria de Recursos Hídricos (SRH) e a Polícia do Meio Ambiente (BPMA).

Na região do Orós e Icó, a fiscalização aconteceu no sistema hídrico Orós-Lima Campos. No local, foram apreendidos 14 motobombas que faziam captação irregular prejudicando o abastecimento das sedes municipais. A Cogerh também emitiu 9 autos de infração e 4 termos de lacre. Desobstruções no canal também foram realizadas. Com a ação, a sede de Icó e Orós e os distritos de Guassussé, Igarói, Cascudo, Lima Campos, Burrinho, Pedregulho e Lagoa Funda terão abastecimento normalizado.

A campanha de fiscalização também esteve nas proximidades do Açude Castanhão para barrar práticas ilegais. No trecho da jusante do Castanhão à Passagem do Coco, em São João do Jaguaribe, foi identificado uso irregular da água para carcinicultura e irrigação. Na localidade, 13 motores foram foram lacrados, todos instalados no leito do rio Jaguaribe, captando água para uso na carcinicultura.

Fiscalização (Moto-bomba irregular lacrado pela Cogerh)

O gerente de Fiscalização da Cogerh, Alves Neto, reforça que a agilidade nas campanhas de fiscalização se deu pela utilização de drones, viabilizados pela Cogerh, que permitiram uma análise rápida e precisa dos usos irregulares ao longos trechos.

A campanha de fiscalização é uma ação integrada entre a Cogerh, a Gerência Regional do Crato e Gerência Regional de Limoeiro do Norte, além de equipes da SRH e da Polícia Ambiental.