Cogerh capacita técnicos para gestão de águas subterrâneas

03/06/2019

Curso sobre gestão de Aquíferos é ministrado para colaboradores da companhia a partir desta segunda-feira(03). Aulas vão até quarta-feira (05)

Pensar alternativas de gestão das águas, especialmente com foco nos aquíferos espalhados pelo estado. É com esse objetivo que a Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh) iniciou, nesta segunda-feira (03), curso sobre Gestão de Aquíferos voltado os profissionais do quadro técnico da companhia.

O curso busca aperfeiçoar o trabalho diário realizado pela Cogerh na gestão das águas subterrâneas, principalmente diante do cenário crítico de escassez hídrica que o estado ainda atravessa, com os 155 reservatórios monitorados pela Cogerh com pouco mais d e20% da capacidade de reservação.

Uma equipe diversificada de técnicos e gestores da Cogerh integram a capacitação. Participam colaboradores da sede e dos escritórios regionais da companhia de diferentes áreas de atuação: estudos e projetos, fiscalização, gestão ambiental, gestão hídrica e monitoramento.

No cronograma das aulas o foco é para o entendimento dos conhecimentos básicos da área, como afirma Itabaraci Cavalcante, professor especialista que conduz o curso. Três pontos resumem os assuntos de maior importância do curso, conforme elencou Cavalcante. São eles: revisão dos conceitos básicos, importância de reservas para outorga das águas e aplicação dos conceitos na gestão das águas.

“Quando o entendimento do assunto é pleno, mesmo com com público de diferentes formações, fica mais fácil assimilar as informações e aplicar na rotina de trabalho”, destacou Itabaraci, referendo-se ao desafio de lidar com colaboradores de formações diferentes.

A aulas se estendem até a próxima quarta-feira (05) e acontecem no Auditório da Superintendência de Obras Hidráulicas (Sohidra), A carga-horária total é de 24 horas.

Saiba mais

O estudo de águas subterrâneas é um dos eixos de atuação da Cogerh. Em conjunto com a Sohidra a Companhia desenvolve estudos geofísicos para perfuração de poços e desenvolve projetos de gestão para águas subterrâneas no Estado. De 2015 pra cá já são 7 mil poços perfurados em todo Ceará, aproximadamente.